A regulação em desfavor da inovação: Erik Fontenele Nybø

Caso a conta não feche, são as startups que vão fechar.

Em um contexto em que a economia do país busca se estabilizar e tem uma grande dependência de pequenas e médias empresas[1], a crescente onda de normas que buscam regular as startups pode não ser uma solução vantajosa para o país. Além de participar fortemente na geração das receitas internas, as startups atualmente também figuram como uma das principais responsáveis por inovações tecnológicas no Brasil.Desde a emenda constitucional nº 87/2015, um setor específico deste mercado, os marketplaces, vem sofrendo com normas que afetam diretamente seus modelos de negócio e, consequentemente, atrasam seu crescimento....


fonte: JOTA