do resumo à crítica, vem a bajulação!

1750-1751, os jornalistas não querem mais fazer apenas resumos de obras, mas opinar. e os estudiosos, pesquisadores, autores(intelectuais), não querem mais apenas a aprovação dos pares e opinião pública, mas a consagração e honraria. o jornalista é o mediador. está posto o combate ideológico....