mostra de cinema da amazônia/2016

Mais de 180 filmes já foram exibidos na Mostra de Cinema da Amazônia, que tem a nova edição confirmada em Belém e oito cidades do interior do Pará entre os dias 22 de novembro e 01 de dezembro. Além de uma programação que une bate-papos, palestras, workshops e circuito de cinema, o evento traz exposições com fotografias e informações que contam a história dos cinemas da capital paraense. Com edições realizadas em 5 países e programações que passaram por 20 cidades, a edição de 2016 se concentra no estado do Pará, convidando a comunidade a mergulhar nas produções cinematográficas de países que fazem parte da Amazônia internacional. A programação da mostra é inteiramente gratuita e tem, nesta edição, patrocínio do Banco da Amazônia e Griffo Comunicação através da Lei Rouanet.

Esse ano, o circuito traz curta metragens e longas do Peru, Colômbia, Venezuela, Bolívia e Brasil, de ficção e documentário. Grandes títulos e diretores renomados dialogam com novos produtores e a crescente cena cinematográfica paraense, despertando interesses para temas que surgem da vivência no bioma e nas cidades amazônicas. “Martírio” é um dos títulos mais aguardados da programação. O longa é o segundo de uma trilogia em andamento, criada por Vicent Carelli, diretor franco-brasileiro que apresenta a luta indígena amazônida ao lado de mudanças no país, num trabalho investigativo que já dura três décadas, colocando em foco a trajetória dos Guarani Kaiowá. A exibição do documentário de 160 min, no Cine Líbero Luxardo, marca a estreia da Mostra em 2016 com polêmica e reflexão sobre direitos indígenas e exclusão política.
A música tradicional peruana é homenageada em outro documentário que será exibido pela primeira vez em Belém. “Sigo Siendo”, do diretor Javier Corcuera, é uma viagem não só às raízes da cultura peruana, mas passeia por diversos cenários do país com destino ao reencontro da identidade cultural, sob os olhos e a história de Máximo Damián, ícone do folclore daquele lugar. O longa será exibido na Mostra ao ar livre, na Praça do Carmo, um dos diversos espaços ocupados pelo evento nessa edição e que recebe também uma programação de curta documentários com temática musical e videoclipes paraenses.
“Órfãos do Eldorado” e “Libertador” são as ficções que têm destaque nesta edição. O primeiro é produto nacional já conhecido no estado, com imagens gravadas em Belém e Icoaraci. É uma adaptação do romance do escritor amazonense Milton Hatoum, roteirizado e dirigido por Guilherme Coelho. A película apresenta um personagem que redescobre a Amazônia de sua infância e vive o drama de assumir os negócios da família e a confusão de estar dividido entre dois amores diferentes. O filme, primeira ficção do diretor Guilherme Coelho, se debruça a apresentar o modo de vida ribeirinho capturando belas imagens da relação rio, floresta e homem. Já “Libertador”, uma produção venezuelana e espanhola, foi um dos indicados ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro de 2015. O filme conta a história do líder da independência da Venezuela Simón Bolívar que lutou diversas vezes contra o imperialismo espanhol. Os dois títulos serão exibidos no SESC Boulevard, uma das telas que fazem parte da Mostra.
CONVIDADOS – Estudantes e produtores audiovisuais terão a oportunidade de participar de workshops de cinema e TV com dois nomes de grande importância na indústria audiovisual brasileira. Técnicas e dificuldades de elaboração de Roteiro serão os guias do workshop com Luca Paiva Mello, criador e showrunner carioca indicado ao Emmy Internacional de Melhor Série Dramática por “Mothern”, exibida pela GNT. Ele também é responsável pelos sucessos “O Negócio” (HBO), “Julie e os Fantasmas” (Nickelodeon/Band), Descolados (MTV) e outras. Desde 2013, o roteirista integra o júri do International Emmy® Awards, sendo também consultor do GLOBO LAB e conselheiro permanente da Academia de Histórias Curtas, da RBS/ Globo.
Para falar de “Produção Executiva”, a Mostra traz o produtor Roberto Martha, símbolo de negócio e um dos mais prestigiados executivos do audiovisual brasileiro. Além de ser especializado em gestão de projetos e modelos de negócio, Martha possui uma larga experiência e domínio de diversos conteúdo para TV. Foi Diretor de Produção e Negócios na Viacom Internacional e no grupo Discovery, produzindo centenas de horas de programação em vários formatos, tendo destaque “Escola Pra Cachorro” (Nickelodeon), “Trabalho Duro” e “Águias da Cidade” (Discovery), “Copa do Caos” (MTV), “Julie e os Fantasmas” (Nickelodeon), entre outras produções. As inscrições para os workshops são gratuitas e podem ser feitas enviando e-mail para mostramazonia@gmail.com.
Além dos workshops, os amantes do cinema em Belém terão o prestígio de assistir sessões de filmes e ter uma conversa com os diretores dessas produções. Os diretores paraenses Homero Flávio e Úrsula Vidal, do documentário “Catadores dos Sonhos”, participam de um bate papo sobre “O audiovisual como ferramenta de transformação social” e logo depois assistem à peça. Artur Arias e Pierre Azevedo conversam sobre “Cinema e a Cultura Tradicional” horas antes da exibição do filme “Mestres Praianos” de Arthur Arias. Aldrin Azevedo se une à Eduardo Souza para conversar sobre “Belém e o Cinema”. Logo depois, Eduardo convida para a exibição de seu filme “Olhos D’Água”, documentário que se debruça a contar a história do Pré-Cinema no Brasil e na Amazônia. O ator e diretor Adriano Barroso ainda bate-papo sobre seu filme “Paradoxos, Paixões e Terra Firme” e o amazonense Sérgio Andrade apresenta seu longa “Antes o Tempo Não Acabava”. 

Toda a programação da Mostra de Cinema da Amazônia 2016 pode ser encontrada no site http://mostradecinemadaamazonia.com. As exibições de filmes, bate-papos, workshops, projeções públicas ao ar livre e roda de conversa são gratuitas e realizadas no Cine Líbero Luxardo, SESC Boulevard, Praça do Carmo, Fórum Landi, que terá uma matinê infantil, e unidades do SESI Pará no interior do estado. 

Mostra de Cinema da Amazônia 2016
22 de novembro a 01 de dezembro
Programação gratuita com exibição de filmes, bate-papos, workshops

fonte: Assessoria de Imprensa
Gustavo Aguiar
(91) 9 8278 6248 (wpp)

PROGRAMAÇÃO MOSTRA DE CINEMA DA AMAZÔNIA 2016

22/11 – Terça
LÌBERO LUXARDO
19h30 – Abertura da Mostra com exibição do filme “Martírio” 160’ – Brasil

23/11 – Quarta 
FÓRUM LANDI
18h – Roda de Conversa “O Audiovisual como Ferramenta de Transformação Social” com Homero Flávio e Úrsula Vidal 
19h – Exibição do filme “Catadores de Sonhos”, 25’ – Brasil
19h30 – Exibição do documentário “Tocar e Lutar”, 72’ – Brasil

FIEPA
18h – Exibição do filme “Olhos D’Água – da lanterna mágica ao cinematógrafo” 73’ – Brasil

24/11 – Quinta 
FÓRUM LANDI
18h – Roda de conversa “Cinema e Cultura Tradicional” com Artur Arias e Pierre Azevedo
19h – Exibição do filme “Mestres Praianos de Carimbó de Maiandeua”, 15’ – Brasil
19h – Exibição do filme “Morte em Alto Contraste”, 101’ – Venezuela

25/11 – Sexta 
17h – Bate-papo “Belém e o Cinema” com Aldrin Figueiredo e Eduardo Souza
18h – Exibição do filme “Olhos D’Água - da lanterna mágica ao cinematógrafo” 73’ – Brasil

CENTRO CULTURAL DO CARMO
19h30 – Abertura Exposição “Cinemas de Belém”

PRAÇA DO CARMO
19h – Videoclipes paraenses
20h – Exibição do documentário “Sigo Siendo”, 118’ – Peru

26/11 – Sábado 
FÓRUM LANDI
16h – Exibição do filme “Sonhos de José Castillo”, 38’ – Venezuela
17h – Exibição do filme “Azú, alma de princesa, 100’ – Venezuela

PRAÇA DO CARMO
19h – Exibição dos filmes “Café com Vinil”, 9’; “A Batalha de São Bráz”, 20’; Carimbó, 46’; Centenário Mestre Verequete.

CINE LÍBERO LUXARDO
9h – Workshops de “Roteiro” e “Produção Executiva” com Luca Paiva e Roberto Martha.

27/11 – Domingo
FÓRUM LANDI
10h – Matinê Infantil

CENTRO CULTURAL DO CARMO
Exposição “Cinemas de Belém”

CINE LÍBERO LUXARDO
13h – Workshops de “Roteiro” e “Produção Executiva” com Luca Paiva e Roberto Martha.

28/11 – Segunda 
CENTRO CULTURAL DO CARMO
Exposição “Cinemas de Belém”

29/11 – Terça 
SESC BOULEVARD
18h – Exibição do filme “O Libertador”, 100’ – Venezuela
19h45 – Roda de conversa com o diretor Adriano Barroso
20h30 – Exibição do filme “Paradoxos, Paixões e Terra Firme”, 70’ – Brasil

30/11 – Quarta 
SESC BOULEVARD
20h – Exibição do filme “Fronteira em Combustão”, 20’ – Brasil
20h30 – Exibição do filme “Órfãos do Eldorado, 96’ – Brasil

01/12 – Quinta 
SESC BOULEVARD
18h – Exibição do filme “Our Fight”, 70’ – Bolívia
19h30 – Roda de conversa com o diretor Sérgio Andrade
20h – Exibição do filme “Antes o Tempo Não Acabava”, 85’ – Brasil

04/12 – Domingo 
CENTRO CULTURAL DO CARMO
Último dia da exposição “Cinemas de Belém”.