a resistência da resistência: andreia rezende


que título, heim? arre! mas andreia, carioca, nasceu em 11/09/1964. que tal? como se não bastasse, conseguiu se esconder no útero da mãe. eu conto: a mãe de andreia, impossibilitada de levar uma gravidez de risco adiante, e sendo orientada pelo médico,  fez o aborto. tempo depois, voltou a sentir os mesmos sintomas da mesma gravidez. mas, como? confirma-se: eram bebês gêmeos. andreia ainda estava naquela gravidez. marca-se a sua retirada. no dia marcado e com tudo pronto, o médico morre em acidente de trânsito. então, a avó decide pela vida e a mãe, pelo risco. as duas venceram(ou a andreia?). e que vidão, viu? depois de trabalhar em vários veículos de comunicação, surge o teatro, um de seus amores(logo o palco?). mas foi na casa da linguagem, durante uma oficina, que recebe convite para trabalhar na gibiteca(10 anos). seus amigos? o que acha da escritora maria lúcia medeiros, o poeta max martins, bel e jose fares, célia bassalo, paulo nunes, age de carvalho.... todos nessa linha. em seguida, resolve viver um tempo na alemanha. depois volta para sua casa e a da linguagem(ou será a mesma coisa?). repete o percurso entre a arte e a comunicação. o dado novo? amor pelos animais e a vida vegana. ah, andreia sempre pensou que sua história de vida é bastante comum.... pode? no morenocris[imagens] você a encontra: