os sonhos também são flexíveis....



porque são vencidos paulatinamente, e/ou, dependendo do novo, são jogados para o futuro, ou seja, os sonhos, os desejos, os projetos de vida, são infinitamente oportunistas porque aproveitam o acaso - , são sanfonados porque avançam dentro do novo, sem perder a base original - , são do plano de futuro -. ora bolas, quem sonha para o passado?.... isso já não é memória? e por etapas, vamos pulando a vida.



uma das entrevistas de 2011, com tatiana lima ribeiro, reflete o exposto nas primeiras palavras do texto. penso cá, que vai mais além, não por conta de mais um ano de idade, ontem 26, hoje com 27, mas pelas mudanças no acréscimo de novos planos de vida.

tati ribeiro está na tv cultura.

faz o cultura da hora (informativos de hora em hora, à tarde) e apresenta o jornal da noite (de segunda a sexta, às 18h30). tati vai do departamento de jornalismo da rádio cultura, para o jornalismo da tv cultura. à noite, na rádio liberal fm, apresenta o programa romântico good times, entrando pela madrugada. contudo, tati tibeiro confessa que o seu foco principal é a televisão, onde quer se dedicar exclusivamente ao telejornalismo. enquanto não chega lá, vai abocanhando o lado bom que a vida oferece, como a compra da casa própria, etapa já vencida!
 
→entrevista concedida na tv cultura, em 27/04/2012.
+imagens(autora cris moreno) por cá