240 edições com informações confiáveis: ioepa


 
nos 365 dias do ano, as edições do diário oficial do estado representam todos os atos dos governadores. fato. 

em setembro de 2002, josé de ribamar castro fez o lançamento de seu primeiro livro durante as comemorações de 111 anos de impresa oficial do estado, dentro de nossa feira pan-amazônica do livro. em 2011 repete o feito nos 120 anos, também na feira, onde lançará no dia 9 de setembro, o segundo volume. o primeiro – atos dos governadores, pesquisou em 9.360 edições do diário oficial do estado e, para o segundo, 1.680 edições.
 
a pesquisa para o terceiro volume já foi iniciada. e para os quarto, quinto e sexto volumes, programados, a previsão de encerramento cai no ano de 1964. no ano seguinte, em 1965, é o marco da entrada de castro no órgão – vai continuar a pesquisa? pergunta-se: não sei... diz para si mesmo.

a pesquisa para o primeiro volume teve início em 1998 e editado em 2002. o segundo volume encerrou em 2007, e editado agora, em 2011. no primeiro, abrange o período de 1891 a 1930, com os atos de 11 governadores. trabalho puramente técnico e de colheita. o segundo volume aborda os atos de apenas dois governadores. no terceiro(a ser editado), um governador e sete interventores. no quarto, quatro governadores e três em exercício(a ser editado), o quinto, dois governadores(a ser editado)...

para a obra que será lançada no dia 9, josé de ribamar castro tentou acompanhar as informações também nos jornais da época. 'cada um contava uma história diferente. tive muita dificuldade porque eram jornais políticos. a única fonte confiável é o diário oficial do estado com todos os decretos e é incontestável. quem quiser conhecer a verdadeira história do estado, deve consultar o diário oficial. nas minhas palestras observo o quanto desconhecem o valor dessa ferramenta de comunicação, principalmente sobre a administração governamental', revela.

na biblioteca da fundação tancredo neves(centur) e arquivo público, as pesquisas foram concentradas nos diários antigos, além de biografias. no instituto do patrimônio histórico e geográfico encontrou uma parte das informações. no rio de janeiro, na biblioteca nacional, amplo material. fontes das pesquisas para este segundo volume. a imprensa oficial foi criada no dia 14 de abril de 1890. um decreto para divulgar os decretos de governos.

josé de ribamar castro , 65, advogado e jornalista, há 46 trabalha na imprensa oficial do estado, onde já foi revisor e chefe, redator e chefe, diretor técnico, assessor da presidência, supervisor e pesquisador. apesar de outras atividades, sempre conciliou seu trabalho no órgão.

- entrevista concedida na biblioteca da cultura, em 19/08/2011.

* Ribamar nos deixa em 24/02/2014(confira registros).